Ao passar de flor em flor se alimentando de néctar o beija-flor acaba ficando com seu pequeno corpo coberto de pólen, deixando-o por onde passa. Nesse processo chamado polinização, o beija-flor permite que as flores se reproduzam e dê origem a outras flores. O beija-flor espalha beleza por onde passa. Esse conceito foi usado de inspiração para criar a marca Dolcee, que tem como objetivo espalhar a beleza em forma de semijoias únicas.
Dolcee vem de Dolce, que por sua vez significa doce em italiano. O homem teve seu primeiro contato com esse sabor através das frutas, escassas e de difícil acesso durante um grande período da humanidade, em um passado remoto. Apesar do açúcar ser encontrado abundantemente e com extrema facilidade nos dias de hoje, pesquisadores atribuem o nosso desejo e prazer em consumir doces justamente ao período em que vivemos sua falta. Ao ingerir algo doce nossos antepassados ganhavam alguma vantagem energética na seleção natural em relação a outros que não ingeriam e passaram seus genes para seus descendentes, fazendo com que esses também tivessem predisposição e prazer ao ingerir açúcar, que está presente nas frutas, no mel e no néctar das flores.
Flores não são belas à toa. Por não se moverem, precisam de seres que se movimentem para se reproduzir. Para atraí-los a natureza as deu formas e cores, assim os animais são atraídos e carregam seu pólen até outras flores, possibilitando a reprodução. O néctar, uma solução açucarada produzido por elas é outro fator de atração e o alimento preferido do beija-flor, o mais querido e conhecido polinizador. Enquanto se delicia com o néctar, o beija-flor se enche de pólen e o sai carregando até outra flor, que por sua vez se reproduz e gera outras flores. 
Para deixar a estrutura da marca ainda mais personalizada foi criada uma textura exclusiva. Ela dá um toque de aconchego para as aplicações e pode ser usada de infinitas maneiras, deixando detalhes ainda mais ricos.Quando o assunto é beleza, o beija-flor é especialista. Por não possuir o olfato apurado, ele escolhe a flor da qual vai se alimentar não pelo cheiro, mas sim pelas cores e formas.As flores que compõem essa textura não foram escolhidas aleatoriamente. Elas são as preferidas do beija-flor. Por necessitar de grandes quantidades de néctar diariamente para suprir a energia necessária ao seu esvoaçar contínuo, essas aves preferem flores grandes. São elas o Camarão Amarelo e o Hibisco. 
Profissional super competente! Criativo e de alta excelência.
- Amanda Dolce, Dolcee Semijoias

Outros projetos

Voltar para o topo